Arteiros em encontro paulista de Jongueiros

No fim de agosto aconteceu o V Encontro Paulista de Jongueiros em Guaratinguetá-SP. O evento reuniu comunidades do sudeste, e nele foram expostas pinturas em telas produzidas por adolescentes que cumprem medidas socioeducativas na Fundação CASA, como parte das atividades do projeto Arteiros do CEDAP.

O encontro acontece anualmente e reúne grupos de todo País em apresentações coletivas, oficinas e debates, com o objetivo de manter viva a cultura do jongo.

"A parceria com a organização do evento se deu pela exposição 'Mitologia dos Orixás'. A exposição foi coordenada pela educadora Beatriz Trevisan, durante trabalhos no projeto Arteiros", explica o arte-educador Luiz Claudio Oliveira, também do CEDAP. "Essas parcerias são muito importantes. A exposição dos trabalhos desenvolvidos pelos adolescentes do Arteiros serviu para mostrar uma cultura de bem e quebrar preconceitos", acrescentou Oliveira.

Uma das participantes do evento, e integrante do grupo de Jongo Mistura da Raça, Márcia Cunha ressaltou que "os quadros chamaram a atenção, tamanha perfeição, e parecem ser de artistas renomados. Ao longo do evento é que fui saber quem os havia pintado. Achei muito interessante a iniciativa de inserir esse universo na vida dos jovens da Fundação CASA e também expor o produto final num evento como esse. É a valorização de um trabalho de quem está à margem da sociedade", disse.
 
A psicóloga Éllen de Oliveira Rabelo, também presente no encontro, considerou a exposição uma "excelente provocação para além da valorização da cultura africana" ao provocar uma reflexão sobre preconceito religioso e racial. "Lembrei de uma disciplina que tive na pós-graduação sobre religião, em que não percebi problemas em ouvir sobre rituais judaicos, orientais, indígenas, mas quando entramos nos rituais africanos, sim. Considero que os adolescentes da Fundação cresceram ao conhecer a mitologia dos orixás", acrescentou.
 
Estiveram presentes grupos do Jongo da Tamandaré  e Jongo dos Quilombolas (Guaratinguetá), Jongo de Piquete, Jongo Mistura das Raças (São José dos Campos), Jongo Dito Ribeiro (Campinas), Jongo de Embu das Artes, e Jongo da Lapa (Rio de Janeiro).

>> Veja mais fotos em nossa fanpage do Facebook

R. Barbosa da Cunha, 930 • Jd. Guanabara • Campinas • SP • CEP: 13073-320
Fone e Fax: (19) 3235-1800 • (19) 3291-0287 • Email: cedap@cedap.org.br
Todos os direitos reservados . Cedap . Desenvolvido por W2F Publicidade