_

O que é?

A partir da consolidação da Assistência Social como política de Estado, instituiu-se que todo cidadão deva ter garantidos seus direitos sociais e condições dignas de vida. A Assistência Social passa, então, a integrar o sistema de seguridade social brasileiro, juntamente com a Saúde e a Previdência Social.
 
A implantação do SUAS (Sistema Único da Assistência Social), organizado em níveis de proteção – Proteção Social Básica e Proteção Social Especial – e baseado na matricialidade sócio-familiar, favorece o planejamento e a execução de intervenções voltadas para à garantia da vida, à redução de danos e à prevenção da incidência de riscos, especialmente no que se refere às famílias, à maternidade, às crianças e adolescentes, idosos e pessoas com deficiência.
 
A Proteção Social Especial organiza a oferta de serviços, programas e projetos de caráter especializado que requerem maior estruturação técnica e operacional, com competências e atribuições definidas, destinados ao atendimento às famílias e aos indivíduos em situação de risco pessoal e social, por violação de direitos.
 
O Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS) constitui-se como uma das unidades de referência para a oferta de serviços especializados no âmbito da Proteção Social Especial de Média Complexidade, atendendo famílias e indivíduos através do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI).
 
Desde 2007, o CEDAP executa um PAEFI, nomeado pelos próprios usuários como Firmeza, em referência a um cumprimento muito usado pelos adolescentes durante os atendimentos: “E, aí, Dona, firmeza?”.
 
O projeto é co-financiado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência e Inclusão Social de Campinas e conta, também, com contribuições eventuais de empresas e pessoas físicas.

A quem se destina?

Famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, por violação de direitos e situações de violência (física, psicológica, sexual e negligência), fenômenos compreendidos como resultado da exclusão social generalizada, encaminhadas pelo Sistema de Garantia de Direitos (Conselho Tutelar, Vara da Infância e Juventude, Ministério Público e Defensoria Pública), pela Rede Socioassistencial ou por procura espontânea da família/indivíduo ao CREAS.

Como é?

As famílias encaminhadas são acompanhadas de forma sistemática por uma equipe multidisciplinar, através de atendimentos psicossociais (individuais, familiares e grupais), visitas domiciliares, orientação sócio-jurídica, acompanhamento a outros serviços, oficinas socioeducativas e de arte-educação, além de visitas culturais e atividades de lazer.
 
As ações buscam estimular o empoderamento das famílias, num processo de reflexão e tomada de consciência quanto a sua condição, além de favorecer a qualidade das relações familiares para a realização de suas funções de proteção, cuidado e socialização.
 
Após o encaminhamento, cada família recebe uma visita domiciliar da dupla psicossocial, quando lhe é apresentado o CEDAP e o PAEFI e esclarecido o motivo da inclusão no Serviço. A equipe agenda o primeiro atendimento psicossocial no CEDAP, quando é construído o Plano de Acompanhamento Individual e/ou Familiar, que subsidiará o acompanhamento da família.


Alguns resultados de 2014:

Foram acompanhadas 59 famílias durante o ano, totalizando 259 pessoas atendidas;
 
Foram realizadas 98 oficinas socioeducativas e de arte-educação e dois encontros de famílias;
 
Cento e três pessoas participaram das atividades de lazer (Passeio ao Hopi Hari, Festa Junina, Passeio ao Clube Santa Clara do Lago, Café da Tarde com as Famílias);
 
Foram realizadas quatro sessões pipocas, com a participação dos adolescentes do projeto e de amigos;
 
Foram realizados 115 atendimentos individuais ou familiares, feitos pela equipe multidisciplinar;
 
A equipe participou de 12 encontros para capacitação, além de encontros de supervisão e 40 reuniões semanais para discussão dos casos atendidos.


Apoio: Secretaria Municipal da Cidadania, Assistência e Inclusão Social.

Equipe Firmeza

R. Barbosa da Cunha, 930 • Jd. Guanabara • Campinas • SP • CEP: 13073-320
Fone e Fax: (19) 3235-1800 • (19) 3291-0287 • Email: cedap@cedap.org.br
Todos os direitos reservados . Cedap . Desenvolvido por W2F Publicidade